sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

4ª "dose" d< Indiana Jones!


Cinema: Quarto episódio da saga de Indiana Jones abre Festival de Cannes em Maio!

O quarto episódio das aventuras de Indiana Jones, com realização de Steven Spielberg, vai ter honras de abertura do festival de Cannes, em Maio, noticiou hoje o jornal especializado Variety.

"Parlez-vous français, Indiana Jones?" (Fala francês, Indiana Jones?), pergunta, em francês, este jornal de referência de Hollywood, num artigo em que se diz que "Indiana Jones e o reino do crânio de cristal" será projectado em antestreia mundial, na Croisette, domingo, 18 de Maio, quatro dias antes do seu lançamento.

"Aos membros do elenco, entre os quais Harrison Ford, Shia LaBeouf e Cate Blanchett, foi pedido que se preparem para uma viagem até à Côte d'Azur em Maio", escreve o jornal, habitualmente bem informado sobre o que se passa na capital norte-americana do cinema.

S. Brás de Alportel: Um recado do “Rolhas”!

Um recado do “Rolhas”!

Neste momento, a CM de São Brás de Alportel procedeu à colocação de mais 10 rolhões no concelho e são cada vez são mais os restaurantes aderentes a este projecto, nos quais a Câmara Municipal colocou um pequeno rolhão e procede regularmente à recolha das rolhas usadas.

Iniciativa louvável!

Albufeira recebeu 3.000 escuteiros...



ALBUFEIRA RECEBEU CERCA DE 3000 ESCUTEIROS DE TODO O PAÍS

No passado dia 23 de Fevereiro, sábado, comemorou-se em Albufeira o Dia de Baden Powell, no qual estiveram presentes cerca de 3000 escuteiros, vindos de todo o país.

Estas comemorações serviram também, para assinalar o 25.º aniversário do agrupamento 714 de escuteiros de Albufeira, no qual se recuou até ao ano de 284 da era Cristã, com toda a sua mística.

A primitiva povoação foi ocupada pelos Romanos que lhe deram o nome de Baltum. Introduziram uma organização administrativa centralizada e desenvolveram uma intensa actividade agrícola e comercial. Construíram aquedutos, estradas e pontes das quais ainda hoje existem vestígios.

Albufeira foi por um dia, a outrora Baltum, localidade onde a actividade agrícola era intensa e se cultivava o trigo a vinha. Naqueles tempos o arado de madeira era a ferramenta mais preciosa para ajudar ao seu cultivo. A pesca dominava a principal actividade das gentes de Baltum e por isso havia pequenas indústrias de salga de peixe e fabrico de uma conserva produzida à base de peixe salgado, moluscos e ervas, chamado garum. As trocas de produtos eram facilitadas pela existência de vias romanas que ligavam as várias localidades. O dia do grande encontro das Legiões e Centúrias romanas em Baltum era a XXIII de Februarius, dies Saturnidi (23 de Fevereiro, sábado).

O dia 23 de Fevereiro, dia de Baden Powell e Jamboree da Amizade em Baltum, foi revivido com o realismo próprio da época, todos os agrupamentos usaram símbolos romanos concebidos pelos próprios, e tiveram nos estandartes as cores de Albufeira, outrora Baltum.

PM anuncia requalificação da EN 125!

PM anuncia requalficação da EN125 e novas auto-estradas!

O primeiro-ministro, José Sócrates, anunciou hoje, no Parlamento, que em Março serão lançadas a requalificação total da Estrada Nacional 125 no Algarve e novas concessões de auto-estradas entre Coimbra e Viseu e na zona de Leiria.

José Sócrates revelou a execução destas obras após uma pergunta formulada pelo líder parlamentar do PS, Alberto Martins, durante o debate quinzenal.

Depois de um debate aceso travado com o líder da bancada do PSD, Pedro Santana Lopes, o chefe do Governo provocou alguns risos no hemiciclo, sobretudo em bancadas da oposição, quando comentou desta forma a questão que lhe fora colocada sobre o plano rodoviário nacional pelo seu «camarada» Alberto Martins: «finalmente uma pergunta».

De acordo com José Sócrates, «a prioridade das prioridades para o Governo é a construção da auto-estrada entre Bragança e Vila Real».

«Bragança é o único distrito do país sem auto-estrada. Por isso, esta é a auto-estrada da justiça», disse.

Em Março, segundo José Sócrates, o Governo lançará a concessão para a requalificação da Estrada Nacional 125, que atravessa todo o distrito de Faro, sendo a futura obra executada de uma só vez e não por troços.

«A requalificação da Estrada Nacional 125 contribuirá para a requalificação do Algarve», afirmou, referindo que esta região é o principal destino turístico do país.

No entanto, o primeiro-ministro invocou também razões de segurança para a execução desta obra no Algarve, já que a Estrada Nacional 125 «é um dos pontos negros do país em termos de sinistralidade».

Também no mês de Março, de acordo com o calendário avançado pelo chefe do Governo, o executivo lançará as concessões para a ligação entre as auto-estradas A8 e A1 na zona da Leiria, que se chamará concessão do litoral Oeste, e para a construção da auto-estrada entre Coimbra e Viseu - obra que Sócrates considerou «fundamental» para o desenvolvimento do país.

Já em resposta ao vice-presidente da bancada socialista Mota Andrade, Sócrates disse que em 2012 «75 por cento do Plano Rodoviário Nacional estará concretizado».

Para além das matérias relacionadas com obras públicas, o presidente do Grupo Parlamentar do PS aproveitou para responder a uma anterior intervenção de Pedro Santana Lopes no debate.

Alberto Martins negou que tenha existido da parte do PS ou do Governo qualquer atraso na aprovação de diplomas integrados no pacto de justiça - acordo político celebrado entre socialistas e sociais-democratas.

Segundo a versão do líder da bancada socialista, que contrariou a de Santana Lopes, o diploma referente à revisão da lei orgânica da Polícia Judiciária apenas não foi ainda aprovado «porque o PSD exigiu que a sua discussão fosse feita em simultâneo com a lei de segurança interna».

Processos contra Marinho e Júdice!


Ordem dos Advogados

Processos disciplinares contra Marinho e Júdice!

O Conselho Superior da Ordem dos Advogados instaurou processos disciplinares ao actual bastonário, Marinho Pinto, e também ao ex-bastonário José Miguel Júdice, por causa de declarações à comunicação social .


O Conselho Superior da Ordem dos Advogados apreciou ontem a queixa que os advogados da Casa Pia apresentaram contra o bastonário e decidiram abrir um processo disciplinar. Marinho Pinto tinha afirmado, em entrevista à RTP, que a investigação do processo Casa Pia teve por objectivo «decapitar a direcção do PS».

Os advogados da instituição, em representação dos alunos vítimas de abusos sexuais, dizem que faltou a Marinho «ponderação nas palavras e responsabilidade nos actos», tendo violado o estatuto da profissão, na parte em que este proíbe os advogados de se pronunciarem sobre processos em curso.

No caso de José Miguel Júdice, o Conselho Superior abriu um processo na sequência de uma participação apresentada pelo Conselho Geral (ainda na fase final do mandato de Rogério Alves, antecessor de Marinho Pinto).

Num debate na SIC Notícias, Júdice acusou Rogério Alves de ter sido «um fracasso absoluto» e disse mesmo que «mentiu» e conspirou contra si. A possível infracção em causa é a violação do dever de urbanidade entre advogados.

É o terceiro processo disciplinar instaurado contra José Miguel Júdice (bastonário entre 2002 e 2004). Nos dois processos anteriores, chegou mesmo a ser julgado na Ordem e condenado a penas de censura e advertência.

Em causa estavam então declarações defendendo que, nas grandes questões e dossiês, o Estado deveria passar a consultar os três maiores escritórios de advogados (o que foi entendido como angariação ilícita, uma vez que faz parte de uma das maiores sociedades de advogados do país). Júdice foi o primeiro bastonário condenado disciplinarmente.

No caso de Marinho Pinto, o processo disciplinar surge ao fim de menos de dois meses em funções.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Loures: Filho mata pais e suicida-se...


Loures: Filho mata pais e suicida-se!

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar um alegado caso de duplo homicídio de um casal, pelo filho que se suicidou em seguida, ocorrido esta manhã no bairro do Catujal, Loures, disse à Lusa fonte policial.

O alerta foi dado às 07:27 quando os bombeiros de Sacavém foram chamados devido a uma suposta explosão.

Ao chegarem ao local, depararam-se com um cenário de duplo homicídio, seguido de suicídio.

Segundo fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa, o filho terá morto os pais, e ter-se-á suicidado depois com um corte na jugular.

Os bicos do fogão estavam ligados, a mãe estava deitada na cama e o pai no chão, apresentando ambos perfurações no crânio.

A PJ está no terreno, desconhecendo-se para já a idade e identidade das vítimas e o que esteve na origem do crime.

Detidos quatro portugueses em Fuengirola (Espanha)!


Espanha:
Quatro portugueses, um deles agente da PSP, detidos por tentativa de extorsão...

Quatro portugueses, um dos quais agente da PSP, foram quarta-feira detidos em Fuengirola, sul de Espanha, por alegada tentativa de extorsão, anunciou hoje a Direcção Nacional da Polícia de Segurança Pública.

De acordo a Polícia, o agente detido pertence ao Comando Metropolitano de Lisboa e já se encontrava sob investigação no âmbito de um inquérito da Divisão de Investigação Criminal de Lisboa por actividades idênticas.

A PSP vai instaurar um inquérito disciplinar para apurar a responsabilidade do agente, que se encontra de baixa médica desde Outubro do ano passado, adianta em comunicado a Direcção Nacional da Polícia.

A PSP está a colaborar com a polícia espanhola na investigação.

Segundo a PSP, os quatro portugueses foram detidos por alegada tentativa de extorsão a duas outras pessoas também de nacionalidade portuguesa.

Michael Jackson pode perder o rancho...


Michael Jackson pode perder o rancho Neverland!
A famosa fazenda Neverland que Michael Jackson possui na Califórnia irá a leilão no próximo dia 19 de Março, caso o cantor não pague, entretanto, uma dívida de 25 milhões de dólares.

Roger Friedman, colunista social da Fox News, noticiou que Jackson já foi formalmente notificado pelo cartório do condado de Santa Bárbara.

O ex-rei da pop é desde 1988 o dono da propriedade de mais de mil hectares, situada nas colinas próximas da costa da Califórnia, e que ele baptizou com o nome de Neverland (Terra do Nunca) em homenagem a Peter Pan.

Jackson, de 49 anos, construiu ali um parque de diversões e um jardim zoológico particulares, enfeitando o espaço com estátuas de Peter Pan e seus amigos. Mas o estranho cantor passa pouco tempo em Neverland desde que foi absolvido, em Junho de 2005, da acusação de ter molestado sexualmente um menino.

Em 2006, as autoridades interditaram Neverland e multaram Jackson por não pagar aos funcionários. Os animais do zoo teriam sido já removidos.

Pobre Jackson... vai ficar na pobreza...!

Governação electrónica...


Governação electrónica...

Estado «sabe de mais» acerca dos cidadãos, acusa Pacheco Pereira

O professor universitário e comentador político Pacheco Pereira acusou ontem o Estado e sobretudo o Ministério das Finanças de «saberem de mais» acerca dos cidadãos

«O Estado não tem o direito de saber a maioria das coisas que já sabe sobre mim» , afirmou o antigo eurodeputado durante um seminário sobre novas tecnologias e governação electrónica, realizado hoje em Amarante.

Para Pacheco Pereira, «as Finanças, em Portugal, foram já muito mais longe do que seria aceitável» ainda que em nome da eficiência da cobrança fiscal.

O comentador político e confesso adepto da tecnologia digital - é autor do Abrupto, um dos blogues mais antigos e com mais visitas em Portugal - também alertou para os perigos da Internet, se for usada incorrectamente e, sobretudo, para «a grande erosão que as novas tecnologias podem causar à democracia».

«Todos sabem que sou um grande consumidor mas é muito perigoso o deslumbramento com as novas tecnologias, sobretudo entre os jovens» , afirmou.

«Os jovens arrependem-se, quando são adultos, do que escreveram na Internet quando tinham 14 anos e isso fica para sempre na rede» , lembrou Pacheco Pereira, ao referir-se à utilização das redes sociais muito populares entre os mais novos, como é o caso do Hi5, onde os jovens colocam quase tudo, desde coisas banais até às questões mais íntimas.

Para acautelar esse risco, o comentador - foi um dos três primeiros deputados da Assembleia da República a ter uma conta de e-mail (correio electrónico) - atribui às escolas e às universidades o papel de preparar os cidadãos para lidar com os meios digitais.

«As novas tecnologias exigem literacia para serem correctamente usadas» , frisou Pacheco Pereira, defendendo que os cidadãos e sobretudo os estudantes, quando fazem consultas na Internet, devem saber distinguir o que é verdadeiro do que é falso.

«No caso da Wikipédia portuguesa, nove décimos do que lá está escrito não é rigoroso. Não digo que seja falso mas não é rigoroso» , concluiu.

Organizado pelo projecto Tâmega Digital, que abrange cinco municípios da sub-região do Baixo Tâmega, o seminário fez uma abordagem do impacto que os meios digitais têm sobre a vida dos cidadãos e das organizações.

6 anos à espera de uma apreenção de veículo...

Automóveis: Seis anos à espera da apreensão de um carro vendido em 1988…

Odete Varela e o marido venderam um carro há 20 anos e quando as multas começaram a chegar pediram a sua apreensão. Seis anos depois, o marido morreu, mas continua proprietário de um carro a que Odete há muito perdeu o rasto.

"Em 1988 vendemos o carro a um particular e começámos a receber multas de trânsito e por passagens sem pagar nas portagens. Em 2002, pedimos a apreensão do carro, mas agora verifiquei que o carro continua em nome do meu marido, que entretanto faleceu", disse hoje à agência Lusa Odete Varela.

Odete esteve recentemente nos serviços centrais da Conservatória do Registo Automóvel de Lisboa para mais uma vez tentar resolver o assunto a tempo de evitar o pagamento do Imposto Único de Circulação (IUC) sobre um carro que, diz, não faz a mínima ideia onde pára.

"Quem nos comprou o carro parece que fazia disso negócio e desapareceu. Fomos à procura dele, mas na morada que nos tinha dado não havia ninguém", disse.

O caso de Odete Varela é apenas um entre os milhares que desde o último trimestre do ano passado, altura em que foi anunciado o regime especial de registo automóvel, chegam ao serviços do registo automóvel em Lisboa.

"São aos milhares, por e-mail, telefone e presencialmente os pedidos de informação de pessoas que têm registados carros de que já não são proprietários", disse Lusa um dos funcionários da Conservatória, que pediu o anonimato.

O mesmo funcionário deu conta de um "aumento substancial" de pessoas desde que a nova legislação foi anunciada.

"Há casos de pessoas que venderam os carros há mais de 10 anos e ainda os têm registados em seu nome e outros que têm os carros registados como seus nas finanças, mas não no registo automóvel", acrescentou.

O regime especial de registo automóvel está em vigor desde o início de Fevereiro, e a apreensão tem sido apontada pelo Governo como a forma de "proteger" os contribuintes que estão a ser confrontados com o pagamento do Imposto Único de Circulação (IUC) sobre carros de que já não são proprietários, mas cujo registo não foi actualizado pelos compradores.

O Automóvel Clube de Portugal estima que circulem em Portugal um milhão de veículos com o registo de propriedade desactualizado, um número que o Governo não confirma.

Na Conservatória do Registo Automóvel de Lisboa, a ordem é para não dar aos jornalistas informações sobre a afluência à repartição por causa deste assunto sem autorização do Instituto de Registos e Notariado.

Ainda assim, um dos funcionários que distribui as senhas de atendimento e faz o encaminhamento disse à Lusa que, nos últimos dias, os serviços têm recebido uma média de 30/40 pessoas por causa do registo de propriedade.

Cenário semelhante vive-se nas instalações da direcção-regional de Lisboa da antiga Direcção-Geral de Viação, actual Instituto da Mobilidade e Transportes Terrestres, onde cerca de cem pessoas aguardavam desde ontem de manhã para tratar de questões relacionadas com veículos.

"Cerca de 60 pessoas estão aqui por causa do registo de propriedade", estimou um responsável pelo encaminhamento dos utentes.

Entre estes estão Silvestre Pereira e José Rito, "proprietários", respectivamente, de um carro já apreendido e de outro suspostamente vendido para a sucata.

Silvestre Pereira vendeu em 2001, em Lisboa, um carro que seis anos mais tarde foi apreendido em Viseu por falta de seguro e inspecção.

Agora, Silvestre Pereira, que ainda consta como dono do carro, quer "dar baixa dele".

Depois de "dois dias de trabalho perdidos" e de passagens pelas lojas do cidadão, Silvestre Pereira acabou na delegação regional do IMTT de Lisboa, onde irá pedir a apreensão de um carro que já está apreendido.

Informaram-no que a apreensão por falta de seguro e inspecção não o iliba de eventualmente ter de pagar o IUC, por isso foi aconselhado a pedir ele próprio a apreensão.

Manuel Rito, por seu lado, julgava que o carro que vendeu em 1994 e que a câmara de Loures recolheu para a sucata tivesse sido abatido, mas continua a constar no seu registo de automóveis nas finanças.

"Vendi o carro em Maio de 1994, em Junho o comprador teve um acidente, não tinha seguro e fui responsabilizado pelos prejuízos. Entretanto, o carro foi abandonado e recolhido pela câmara de Loures, que me enviou uma carta a declará-lo perdido a favor do Estado, informando que seria vendido na sucata", disse José Rito.

No início do mês enviou uma exposição sobre o assunto ao IMTT, mas até hoje não teve qualquer resposta e afirma não saber o que fazer para "se livrar" de um carro que supostamente já nem existe.

A falta de informação é precisamente o maior problema detectado por uma das funcionárias do serviço do IMTT na Loja do Cidadão dos Restauradores.

Segundo a funcionária, há uma enorme confusão entre os casos em que se deve pedir apreensão do carro e aqueles em que a opção é o cancelamento da matrícula.

"As pessoas chegam aqui a pensar que podem cancelar a matrícula do carro que está registado como seu, mas a verdade é que se o carro for vendido, mesmo que seja para abate, tem que ser apreendido", disse, adiantando que desde o último trimestre de 2007 é notório o aumento do número de pessoas que recorrem aos serviços por este motivo.

O processo de apreensão passa por solicitar nos serviços do registo automóvel uma informação que comprove que a viatura está no nome de quem a quer apreender, que custa três euros, e com esse documento pedir no IMTT a apreensão, pagando mais dois euros.

O IMTT reencaminha depois os pedido de apreensão para as autoridades que o introduzem na Base de Dados das Viaturas Apreendidas, onde actualmente há 42 mil pedidos de pendentes relacionados com o registo de propriedade.

No caso do cancelamento, será necessária uma certidão da conservatória do registo automóvel que custa 17 euros.

A necessidade das alterações ao regime do registo automóvel surge após a entrada em vigor do novo Imposto Único de Circulação (IUC), que passa a tributar o proprietário e não o veículo, o que leva a que pessoas que venderam carros e cuja propriedade não foi registada pelos compradores estejam a ser confrontadas com o pagamento do imposto sobre veículos que já não lhes pertencem.

O Ministério das Finanças esclareceu entretanto que "nesta primeira fase, os contribuintes que tenham apresentado um pedido de apreensão do veículo não serão objecto de liquidações" do Imposto Único de Circulação.

Só os burros não vêm… mas outros “espertos-da-freguesia” tenta ganhar dinheiro a qualquer custo!

E o “pobão”, como sempre, a ficar tramado!

Pré-inauguração da MotoExpo 2008



PRÉ-INAUGURAÇÃO MOTOEXPO - 8 MARÇO

A Organização do Motoexpo prepara a Pré-Inauguração do salão só para a imprensa, dia 8 de Março, das 10:00 às 15:00. Aqui, os jornalistas poderão ter acesso, em primeira mão, às grandes novidades lançadas no sector e fazer a cobertura ao vivo das novas máquinas.

MOTOEXPO APRESENTA AS MAIORES NOVIDADES DO SECTOR:

· Desfile “Moto Fashion” – com a participação das conhecidas modelos Sara Kostov, Débora Montenegro, Fátima Preto, Filipa de Castro, Joana Vieira, Sofia Ribeiro e Mafalda Teixeira – dia 8 a partir das 12H00

· Exposição duas motos Grand Prix, promovida pelo Moto clube do Estoril;

· Exposição Motos Clássicas 50cc promovida pela Revista DaMoto Clássica;

· MOTO JORGE CAR, com importação e exclusividade em vários modelos lança no Motoexpo:


· Modelo exclusivo para adulto MOTO DE NEVE 250CC 4T;

· Modelo para criança - a mini moto IKNIFE 49CC 2T, com novo design!;

· A nova moto 125cc 4T PIT BIKE com radiador a óleo;

· A recente DIRT BIKE, 50cc, 70cc e 110cc 4T

Motoexpo - Salão das Duas Rodas e Acessórios - de 8 a 16 de Março

Horário: De 8 a 16 de Março - Dias úteis - 17H00 / 24H00

Fins de Semana - 15H00 / 24H00 - Último dia - 15H00/ 20H00
Pav. 1 e 2

Simone sem papas na língua...

Simone de Oliveira insulta
director da RTP!

É caso para dizer que Simone de Oliveira se passou dos carretos... A apresentação do remake de "Vila Faia", decorria na maior normalidade quando a actriz, que dá vida a Ifigénia na trama, resolveu contestar o horário escolhido pela direcção da RTP para a exibição da telenovela.

O director de programas da estação pública, José Fragoso, havia anunciado minutos antes que a novela seria exibida aos sábados e domingos entre 18h30 e 20h.

Simone de Oliveira não gostou da ideia e, de repente, desatou aos gritos. "O senhor sabe o que é televisão? O senhor sabe o que é trabalhar 12 horas por dia?", dizia ela, com lágrimas nos olhos. "Ninguém tem coragem de levantar a cabeça e de dizer tudo o que todos aqui pensam. Tem de ser uma velha de 70 anos a fazer isso", atirou a cantora e actriz.

Sem papas na língua, continuou com as agressões verbais: "É uma injustiça, uma fraude. Saia do seu lugar e vá para casa cozer batatas."

Bastante alterada, Simone de Oliveira retirou-se dos estúdios da SP Televisão, onde a novela é gravada. José Fragoso, surpreso, correu atrás dela, mas ainda levou outro insulto: "O senhor é um badameco!"

O director da RTP insistia em querer explicar a Simone o porquê da escolha do horário dos fins-de-semana. Os restantes actores do elenco, como Sofia Sá da Bandeira e Rosa do Canto, apoiaram Simone na causa.

Depois de ter sido acalmada, Simone pediu desculpas a José Fragoso pela forma como lhe falou. No entanto, não abriu mão da sua opinião sobre o assunto principal: "Acho este horário muito injusto." No final da discussão, a actriz fugiu dos jornalistas, alegando estar "fechada para obras".

José Fragoso informou que não prevê alterar o horário de "Vila Faia". A produção estreia a 7 de Março, dia de aniversário da RTP, em horário nobre, mas será habitualmente exibida só aos sábados e domingos antes do "Telejornal".

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

PÃO é uma necessidade! Não aos "golpes" deste (des)Governo!


Pão
Ministro da Agricultura diz que não há razão para o preço aumentar em 50%

O ministro da Agricultura afirmou hoje, em Coimbra, que não há qualquer razão para o preço do pão aumentar em 50 por cento, como afirmam os industriais, pois isso seria um «aumento especulativo»


«Não há nenhuma razão para que isso venha a acontecer e se for isso haverá um aumento especulativo. Nós iremos acompanhar essa actuação especulativa» , sublinhou, justificando a sua posição com o facto de o valor do cereal «só contar no preço do pão em cinco por cento».

Jaime Silva realçou que não se pode fazer uma transposição directa para o preço do pão dos valores atingidos no preço dos cereais no mercado americano.

«Ontem [ terça-feira] bateu-se um recorde do preço dos cereais em Nova Iorque e, simultaneamente, bateu-se o recorde da cotação dólar-euro. Basicamente, em termos de preço no mercado não houve oscilação» , porque o «preço em dólar não é o mesmo que o preço em euro», afirmou.

No entendimento de Jaime Silva, é preciso «ser muito claro em relação ao que se passa com o preço dos cereais», porque «os preços do mercado mundial são puramente especulativos».

Para o ministro «não há qualquer problema de aprovisionamento da Europa em relação aos cereais, porque a comunidade tem uma produção excedentária em 16 milhões de toneladas» e a União Europeia tomou medidas para criar mais disponibilidade, ao proibir os subsídios à exportação, ao liberalizar as importações e ao permitir a semeadura em terrenos de pousio sem perda de ajudas.

«Em Portugal também há o aumento da superfície semeada. Não é o aumento que desejaríamos porque achamos que o preço de mercado finalmente remunera os custos dos factores de produção. Remunera o produtor que sem ajudas deixaria de fazer cereais e agora tem o mercado a dizer-lhe que pode fazer cereais. É bom que a gente veja o lado positivo» , observou.

Segundo o ministro, mesmo que os preços no mercado mundial subam isso não quer dizer que se reflictam no preço do pão no dia seguinte, pois o que se está agora a comprar são cereais que só passados meses é que serão usados na panificação e, por isso, só nessa altura é que o pão poderá aumentar.

«Faz sentido que a prazo os consumidores percebam que as matérias-primas da agricultura têm de ser remuneradas de acordo com o custo em produzi-las. É natural que ao fim de vários anos em que não houve aumento nenhum comece a haver aumentos. Não me falem que nos mercados de futuro há um aumento de 50 por cento e que amanhã têm de aumentar em 50 por cento. Isso claramente não há razão nenhuma para que venha a acontecer» , afirmou.

Jaime Silva manifestou-se convicto de que «o mercado irá funcionar» em resultado das medidas adoptadas pela União Europeia para fazer face as esses preços especulativos do mercado internacional.

NOTA:
a pergunta vai para os SENHORES (des)Governantes desta “freguesia plantada-à-beira-rio”… atão é k na temos tanto campo inculto (cheio de mato…) no qual se poderia produzir cereais!??

Oh não! Se for mentira, digam!

É melhor estar a pagar os preços dos estrangeiros e irem subir impostos…?

Quando é que compreendem que o pão (BRADA AOS CÉUS!! Caramba!) é um bem essencial do povo que lhes paga TUDO!
Desde os velhos tempos que o pão “era aquilo que o povo comia…” agora como será??

Por favor, aumentem bens de luxo, mas o pão… NUNCA! NUNCA!!

Vão roubar para a estrada aos “ricos senhores” de carros de luxo, ao “pobão” NÃO! Jamais
!!





O mundo da fotografia...

está AQUI!

algarvepressNEWS!

Protesto insólito no Parlamento Britânico!


Protesto insólito

6 pessoas quebram segurança do Parlamento Britânico e protestam no telhado do edifício contra a construção de uma terceira pista no aeroporto de Heathrow.

O grupo chamado «Plane Stupid» içou duas faixas com os slogans «BAA HQ» e «NO 3rd RUNWAY» para marcar a sua posição contra a expansão do aeroporto, num dia de decisões por parte do Governo Britânico. Hoje fica decidido se será ou não construída uma terceira pista.

De acordo com a Scotland Yard, a polícia chegou ao local por volta das 9.30 (hora local) e está agora a tentar negociar com seis activistas.

Leo Murray, um dos protestantes, falou à Sky News do telhado do Parlamento e afirmou que o protesto serve para denunciar a falta de democracia do Governo. O grupo considera que o processo de consulta sobre a expansão do aeroporto tem sido um insulto à democracia.

O activista continuou dizendo que o protesto serve também para consciencializar as pessoas para o facto de que a construção de uma terceira pista, bem como todos os planos do Governo, são incompatíveis com as políticas de luta pelo ambiente.

Seguranças do Parlamento afirmam que alguém ajudou o grupo a chegar ao telhado visto que a segurança do Parlamento é apertada.

Este incidente dá-se dois dias depois de activistas da Greenpeace terem quebrado a segurança do Aeroporto de Heathrow e subido para cima de um Airbus A320 como forma de protesto contra a expansão do aeroporto.

Trata-se de mais uma falha da polícia britânica que, mais uma vez, não conseguiu impedir o avanço de activistas.

Albufeira: VIDEOVIGILÂNCIA NAS RUAS


VIDEOVIGILÂNCIA NAS RUAS E REFORÇO DE EFECTIVOS FORAM TEMAS ABORDADOS

Presidente da CM de Albufeira reuniu com secretário de Estado da Administração Interna

O presidente da CM de Albufeira, Desidério Jorge da Silva deslocou-se na passada quinta feira, dia 21 de Fevereiro, ao Governo Civil de Faro, para uma reunião de trabalho com o secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, José Magalhães, sobre videovigilância urbana.

Desidério Silva aproveitou o encontro para apontar as principais necessidades em termos de segurança para o Concelho de Albufeira, entre as quais se destaca a necessidade de um maior número de efectivos das forças policiais, não só porque Albufeira é um destino turístico de referência mas como também pelo aumento demográfico que o Concelho tem vindo a ser alvo.

Sem colocar em causa o esforço e mérito daqueles que, no terreno zelam pela segurança no concelho, Desidério Silva chamou a atenção da ser considerado “um reforço dos efectivos das forças de segurança”. O autarca referiu também que “a autarquia de Albufeira está disponível para instalar câmaras, no Centro Antigo da cidade e na Avenida Sá Carneiro, onde se concentra grande parte dos estabelecimentos de animação nocturna, aguardando apenas os novos contornos legais para avançar com uma proposta nesse sentido”.

Na reunião, foi salientada a importância deste novo sistema de vigilância, tendo sido sugerido que uma iniciativa destas terá de ser considerada de forma complementar com o actual serviço prestado pela Polícia Municipal e GNR, de forma a prestar um melhor serviço à população.

“O Algarve vai ter seguramente mais efectivos. Há pessoas que estão em Lisboa, em funções não operacionais que passarão a exercer funções operacionais, nomeadamente no Algarve”, afirmou o secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, José Magalhães.

Faro: decidir perto de si!

DECIDIR PERTO DE SI

EXECUTIVO MUNICIPAL DE FARO REÚNE DIA 28 DE FEVEREIRO NA FREGUESIA DA CONCEIÇÃO


No seguimento da proposta de descentralização das reuniões do Município, apresentada por José Apolinário, presidente da Câmara Municipal de Faro, realiza-se na próxima quinta-feira, dia 28 de Fevereiro, pelas 14:30, uma reunião pública no salão da Junta de Freguesia da Conceição.

Com o objectivo de aproximar as populações do órgão executivo do Município, esta reunião terá um período para intervenção dos munícipes, que poderão acompanhar de perto o trabalho dos autarcas e discutir os problemas que se colocam na sua freguesia.

Relembre-se que, de acordo com a proposta, a CM de Faro passa a efectuar de dois em dois meses uma reunião pública na sede de cada uma das Juntas de Freguesia.

As reuniões vão ter lugar na quarta quinta-feira dos meses de Fevereiro, Abril, Junho, Agosto, Outubro e Dezembro, garantindo-se, desta forma, a realização de uma reunião do Executivo Municipal por ano em cada uma das freguesias do Concelho.

Governo ainda sem calendário para introdução de portagens nas SCUT!

Auto-estradas:

Governo ainda sem calendário para introdução de portagens nas SCUT...

O Ministério das Obras Públicas ainda não tem um calendário para a introdução de portagens nas auto-estradas sem custos para o utilizador (SCUT), a qual, segundo o Diário de Notícias de hoje, se iniciaria em Julho.

Um matutino lisboeta anuncia hoje que a Brisa prevê que comece em Julho a cobrança de portagens em três das SCUT, Costa da Prata, Grande Porto e Norte Litoral, o que, na sua opinião, irá fazer desviar tráfego para as auto-estradas.

Contactado pela agência Lusa, um porta-voz do Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações disse não haver ainda um calendário para a introdução das portagens naquelas vias, uma vez que ainda não terminaram as negociações com as concessionárias.

Os operadores das vias que vão passar a cobrar portagens têm efectuado testes com equipamentos electrónicos que permitam a cobrança das portagens.

O governo anunciara em Outubro de 2006 a decisão de passar a cobrar em 2007 portagens nas SCUT que cumprissem vários critérios, como a existência de vias alternativas gratuitas e que as zonas a atravessar tivessem um Produto Interno Bruto (PIB) igual ou superior a 80 por cento do valor nacional.

Das sete SCUT existentes, a regra seria aplicada a três delas: Costa da Prata, Grande Porto e Norte Litoral.

… o que virá a seguir?

Com estes “senhores” nunca se sabe...!

Como sempre... mais uma escapadela!!



…Mais uma escapadela!! Como sempre!!

Luz e gás podem escapar à nova lei dos contadores!

Diploma que põe fim à cobrança dos alugueres de contadores entra em vigor a 26 de Maio.

O diploma que impõe o fim da cobrança dos alugueres de contadores de água, electricidade e gás foi ontem publicado em Diário da República. Contudo, as principais empresas de fornecimento daqueles serviços consideram que esta alteração legislativa não se lhes aplica, já que não cobram pela utilização dos aparelhos de medição de consumos. Cabe à Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) definir, nos próximos três meses, em que medida a nova legislação afectará os preços cobrados aos utentes.

O diploma ontem publicado, que entrará em vigor a 26 de Maio, aplica-se a serviços de fornecimento de água, energia eléctrica, gás canalizado, comunicações electrónicas e postais. De acordo com o documento, é proibida a cobrança de "qualquer importância a título de preço, aluguer, amortização ou inspecção periódica de contadores ou outros instrumentos de medição dos serviços utilizados".

Contactada pelo JN, a EDP recusou comentar a aplicação da nova lei, argumentando que o diploma não se aplica à empresa, que não cobra o uso de contadores. Também fonte oficial da Galp Energia, que controla a maioria das distribuidoras regionais de gás natural, tendo cerca de 822 mil clientes, afirmou que a empresa não impõe taxas à utilização de contadores desde 1999.
Nos 90 dias que faltam para a entrada em vigor do diploma, caberá à ERSE transpor a nova legislação para o quadro regulatório do sector energético.
Uma das principais tarefas será verificar se alguma parcela dos preços praticados pelas empresas diz ou não respeito à cobrança de contadores, de forma directa ou indirecta. Isto porque o diploma ontem publicado alarga a proibição da cobrança a "qualquer outra taxa de efeito equivalente", inibindo também "qualquer taxa que não tenha correspondência directa com um encargo em que a entidade prestadora do serviço efectivamente incorra".
Fonte oficial da ERSE disse apenas que "vai cumprir a lei".Para já, a Associação de Defesa dos Consumidores congratulou-se com a publicação do novo diploma, que vai ao encontro das pretensões da associação.
"Na distribuição de água e gás é usual a cobrança de contadores", garantiu Luís Pisco, jurista da Deco. O JN tentou, sem sucesso, contactar o presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses, já que a responsabilidade de definir as tarifas da água é das autarquias.

Semanário AlgarvePress em edição On-Line!



VEJA em
a edição do Semanário "AlgarvePress"!

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Publicada lei que proíbe cobrança aluguer de contadores água, electricidade e gás!


Energia: Publicada lei que proíbe cobrança aluguer de contadores água, electricidade e gás

O diploma que proíbe a cobrança de taxas de contadores para os serviços públicos essenciais - água, electricidade, gás natural, comunicações electrónicas - foi hoje publicado em Diário da República, entrando em vigor a 26 de Maio.

Além destes serviços publicos essenciais, são ainda abrangidos pela lei o gás de petróleo liquefeito canalizado, os serviços postais, o serviço de recolha e tratamento de águas residuais e os serviços de gestão de resíduos sólidos urbanos.

A nova legislação proíbe a cobrança "de qualquer importância a título de preço, aluguer, amortização ou inspecção periódica de contadores ou outros instrumentos de medição dos serviços utilizados".

Será igualmente proibida a cobrança de "qualquer outra taxa de efeito equivalente" e de "qualquer taxa que não tenha uma correspondência directa com um encargo em que a entidade prestadora do serviço efectivamente incorra, com excepção da contribuição para o audiovisual".

O diploma hoje publicado, que altera a legislação de 1996 sobre a protecção do utente de serviços públicos essenciais, resulta de um diploma da autoria do deputado socialista Renato Sampaio entregue na Assembleia da República em Maio de 2006.

Caberá agora à Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) adaptar a regulação da electricidade e do gás natural à nova legislação.

Fonte oficial da entidade reguladora afirmou à Lusa que a "ERSE cumprirá a lei assim que ela for publicada em Diário da República".

FIL: MotoExpo de 8 a 16 de Março...


MotoExpo - Salão das Duas Rodas e Acessórios - de 8 a 16 de Março, na FIL

GRANDES MARCAS E GRANDE ANIMAÇÃO NO MOTOEXPO

Grandes marcas marcam presença no Motoexpo

Aprilia . BMW . Buell . Cagiva . CAN AM . Casal . Derbi . Gas Gas . Gilera . Goes . Harley Davidson . Honda . Husqvarna . Jawa . Kymco . Lem . Malaguti . Masai . Moto Guzzi . MV Agusta . Piaggio – Vespa . Polaris . Royal Enfield . Suzuki . Sym . Tomos . Ural . Vectrix . Yamaha

HONDA lança NOVIDADES:

CBR 1000 RR – a grande novidade das Super Sport / CB 1000 R – a última das Café Racer DN-01 – a grande inovação desta Mota é adquirir transmissão automática

Moto 4 TRX 700XX – lançamento europeu do mais potente, radical e desportivo monocilíndrico da última geração. Com o novo TRX 700XX o conceito diversão e prestações toma outra dimensão.

Simulador de Condução Honda – para quem quiser dar os primeiros passos na aprendizagem de condução de mota.

SESSÃO DE AUTÓGRAFOS COM PAULO GONÇALVES – Piloto de Esposende, pluricampeão de Motocross e Enduro, acumulando presenças no Lisboa – Dakar e recentemente em Marrocos, no AMV Shamrock- DIA 8 DE MARÇO

ZONA DE ANIMAÇÃO MOTOEXPO – PAV. 1

Este ano, o Motoexpo preparou um espaço com 1.000 m2 destinado a acolher as manifestações paralelas, entre elas:

Passagem de Modelos: as principais marcas irão mostrar, em duas passagens por dia, os seus melhores equipamentos, acessórios e as últimas modas para o sector.

Exposição de Motos Clássicas 50 CC: promovida pela Motorclássico

Espaço Teste Motos Eléctricas, promovido pela Masac

Bons motivos para não faltar ao MotoExpo!

SJ condena agressão a Rui Santos!


SJ condena agressão a Rui Santos!

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) repudia o ataque contra o jornalista Rui Santos, ocorrido na madrugada de 25 de Fevereiro, no parque de estacionamento da SIC, depois da apresentação do programa “Tempo Extra”, considerando-o um acto completamente inadmissível num Estado de Direito.

Em comunicado divulgado hoje, 26 de Fevereiro, o SJ sublinha que, a estar relacionado com a actividade jornalística do profissional em causa, o referido ataque “configura uma acção violenta de intimidação que não pode ser tolerada e cujas responsabilidades devem ser apuradas e punidas”.

É o seguinte o texto, na íntegra, do Comunicado do SJ:

SJ repudia agressões a Rui Santos

1. O Sindicato dos Jornalistas (SJ) repudia as agressões de que foi vítima o jornalista Rui Santos, atacado por três indivíduos, na madrugada de segunda-feira, no parque de estacionamento da SIC, depois da apresentação do programa “Tempo Extra”.

2. Trata-se de um acto completamente inadmissível num Estado de Direito e que nem a mais exacerbada paixão (futebolística ou outra) justifica, representando, pelo contrário, um preocupante retrocesso na relação dos públicos com os profissionais de informação.

3. A estar relacionado com a actividade jornalística do profissional em causa, o ataque perpetrado configura uma acção violenta de intimidação que não pode ser tolerada e cujas responsabilidades devem ser apuradas e punidas.

4. Não há democracia sem a livre difusão de informações nem a expressão livre da opinião, tenha ela conteúdo político, desportivo, religioso ou outro qualquer.

5. O Sindicato dos Jornalistas renova o seu apelo ao desenvolvimento na sociedade portuguesa de uma cultura de tolerância, capaz de respeitar a livre expressão de comentários e opiniões, independentemente da sua origem ou do grau de discordância que possam suscitar. O SJ não pode ignorar que os comentários televisivos de Rui Santos se reportam exclusivamente ao mundo do futebol, pelo que apela aos adeptos desportivos que não se deixem condicionar pela paixão e reclama dos clubes – em particular dos seus dirigentes – a promoção de uma efectiva cultura de tolerância entre os seus membros e adeptos.

6. O Sindicato dos Jornalistas expressa pública solidariedade para com o jornalista Rui Santos e espera que a grave ofensa de que foi vítima não se repita nele nem em qualquer noutro profissional.

Lisboa, 26 de Fevereiro de 2008

A Direcção

Porto: "Algarve Convida" 2008!


Feira «Algarve Convida 2008»

Dar a volta ao Algarve turístico sem sair do mesmo espaço, aproveitando para marcar férias a preços especiais, é a sugestão da feira de turismo «Algarve Convida», que começará a ser divulgada na próxima segunda-feira numa campanha que privilegia a imprensa, a Internet, a rádio, a televisão e a publicidade exterior.

Durante duas semanas – entre 3 e 16 de Março –, a campanha publicitária levará o nome da feira aos portugueses para os incitar a procurar a região algarvia para pequenas férias (short breaks).

Na imprensa, a «Algarve Convida» vai estar presente nos jornais de distribuição gratuita «Metro» e «Destak», no «Jornal de Notícias», num encarte no semanário «Expresso» do dia 8, no fim-de-semana que antecede o evento, e também num suplemento especial do jornal «O Primeiro de Janeiro». Na rádio, em spots de 15 segundos difundidos em todos os meios radiofónicos do Grupo Media Capital Rádios e na TSF, através da transmissão em directo no dia 8, a partir do Algarve, de uma edição especial do programa «Terra a Terra».

O conceito da feira multiplica-se ainda na televisão, em spots de 15 segundos que passarão na RTP1 e na RTP2, na Internet, em portais e sítios especializados, e na publicidade exterior, que pela sua visibilidade é outra das apostas para promover a campanha, com a decoração de 50 autocarros e 10 viaturas Smart em circulação no Porto.

Por último, a comunicação do evento abrangerá acções de e-mail marketing e mobile marketing (envio de SMS) dirigidas ao público-alvo: os portugueses residentes na grande área do Porto, entre os 25 e os 55 anos de idade.

No total, esta campanha multimeios lançada pela Região de Turismo do Algarve (RTA), que também organiza a feira, está orçamentada em 130 mil euros.

Sobre a feira

A feira de turismo «Algarve Convida», já na terceira edição, tem como objectivo aumentar os fluxos turísticos na região durante a época baixa. A diferença este ano é apenas o local onde se realiza o evento – o Edifício da Alfândega do Porto –, já que o mote continua a ser a venda directa ao público e a oferta de pacotes de férias com promoções que podem chegar aos 30 por cento.

«Não mudámos a essência, apenas o sítio. É bom alternarmos a zona de realização para chegarmos a mais e diferentes pessoas», diz o presidente da RTA, António Pina.

Nos dias 15 e 16 de Março, dois mil metros quadrados do Edifício da Alfândega estarão abertos com alegria, informação e surpresas para os portugueses nos mais de 50 stands de hotéis, marinas, campos de golfe, empresas de animação, parques temáticos e aquáticos, agências de viagens, operadores turísticos, restaurantes e câmaras municipais do Algarve.

UK: À procura de Shannon!


À procura de Shannon...

Mais de 200 polícias tentam localizar menina de 9 anos desaparecida há uma semana


A polícia britânica está a reforçar as buscas para encontrar a menina de 9 anos desaparecida há uma semana. No terreno estão mais de 200 agentes mas ainda não detectaram o rasto da criança.

Shannon Matthews foi vista pela última vez há precisamente uma semana quando a câmara de vigilância da escola a apanhou a sair da aula de natação. A menina de 9 anos desapareceu sem deixar rasto e nem mesmo os 200 agentes no terreno têm conseguido obter resultados.
O caminho que Shannon deveria fazer, da escola para casa, está a ser passado a pente fino pelas autoridades, assim como os jardins, lagos e baldios das redondezas.
Nem mesmo a ajuda da população do maior condado histórico da Inglaterra, com mais de 15 mil quilómetros quadrados e cerca de 5 milhões de habitantes agora mobilizado para encontrar a criança desaparecida, tem dado resultados.
Ainda se julgou que a menina poderia ter fugido de casa. A mãe veio lançar um alerta, mas uma semana depois continua sem se saber onde está Shannon Mathews.

O mundo da fotografia está aqui...
em "algarvepressNEWS"!

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

UAlg: Exposição de fotografia dos alunos do Curso de Design


Framing - Fotografias Contemporâneas

Exposição de fotografia dos alunos do Curso de Design de Comunicação da UAlg

No próximo dia 1 de Março vai ser inaugurada a exposição “Framing - Fotografias contemporâneas”, pelas 19:00, no Museu Municipal de Faro. A exposição exibirá uma selecção de trabalhos desenvolvidos pelos alunos do Curso de Design de Comunicação da Universidade do Algarve, traduzindo diversas técnicas e temas explorados durante o ano de 2007/2008.

Os trabalhos desenvolvidos na Unidade Curricular de Fotografia, através da técnica digital, abordam o tema “As profissões”. Explorando diversas linguagens e expressões, as imagens enunciam poeticamente os aspectos mais marcantes dos diferentes ofícios retratados.

O tema “A Família” é abordado por meio de imagens argênticas, assumindo um carácter polissémico, explorando noções de profundidade de campo e velocidade de obturação. Numa abordagem experimental à técnica de ampliação em laboratório analógico, os personagens familiares desfilam perante a objectiva, materializando metáforas e conceitos idealizados para ilustrar o tema. Estes trabalhos estarão patentes na sala 10 do Museu Municipal de Faro até ao dia 31 de Março.

Na Capela do Museu Municipal de Faro, a abstracção e a narração do real de imagens projectadas tiram partido do aumento da disponibilização da técnica fotográfica digital, explorando esteticamente aspectos característicos das fotografias captadas com dispositivos móveis (telemóveis). O tema central é O pixel materializado através da luz e da cor.

Num trajecto que se propõe, técnica e tematicamente, do particular para o geral e abstracto, o visitante é levado a percorrer visualmente imagens de pessoas, rostos, emoções, espaços, objectos, luz e som.